Inovação e transformação digital no setor público

#Inovacao #TransformacaoDigital #LaboratoriodeInovacao #SetorPublico

Só a inovação e a transformação digital podem superar os complexos desafios do setor público e atender às demandas urgentes da sociedade

Inovação, do latim innovare, significa introduzir, incorporar algo novo. É um conceito que rompe com barreiras do passado, gerando ampla transformação. No setor público, a inovação faz parte de um processo de transformação centrado nas necessidades dos cidadãos e das cidadãs.

A seguir, destacamos quatro pontos relevantes sobre a inovação e a transformação digital no setor público na atualidade.

#1 Por que inovar?

A necessidade de inovar está ligada a uma atuação mais eficiente do setor público para responder às demandas crescentes da sociedade. Esse contexto de mudanças é dinâmico e requer o engajamento de atores que seguem regras e comportamentos distintos.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a inovação no setor público consiste em novos meios para se alcançar fins públicos. Ela ajuda governos a criar políticas públicas de forma mais ampla, inclusiva e direcionada às necessidades dos cidadãos e das cidadãs.

Métodos como Design Thinking, por exemplo, podem ser utilizados para difundir a cultura de inovação e resolver os chamados problemas complexos.

#2 Estado empreendedor

Atualmente, o estado empreendedor articula inovação e desenvolvimento através de funções mais abrangentes, atuando em áreas como: Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Ciência de Dados, Inovação no Setor Público e Governo Digital.

O setor privado também é fundamental nesse processo empreendedor, seja investindo em startups, seja desenvolvendo soluções inovadoras voltadas para empresas e para a sociedade.

#3 Governo digital

Por meio de soluções integradas, o governo digital objetiva melhorar o acesso de cidadãos e cidadãs a serviços e políticas públicas de qualidade. Esse processo de transformação digital agrega valor público, gerando benefícios para a sociedade.

No Estado do Ceará, projetos têm sido implementados para tornar o governo cada vez mais digital. O Portal Único de Serviços, por exemplo, reunirá em um único canal todos os serviços prestados por órgãos e entidades da administração estadual. Já o Papel Zero objetiva a digitalização de todos os processos administrativos do governo. Os projetos são conduzidos pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), através da Coordenadoria de Gestão Estratégica de TIC (Coget).

#4 COVID-19

No contexto da pandemia do novo Coronavírus, a inovação e a transformação digital são elementos-chaves. Para enfrentar a COVID-19, governos e sociedade civil precisam de respostas rápidas, com inovações sobretudo na área da saúde.

Isso envolve, por exemplo, desenvolvimento de vacinas, tecnologias para o uso da telemedicina, monitoramento em tempo real da rede pública de saúde e construção de plataformas digitais de atendimento à população.

O projeto da Plataforma de Atendimento Online de Saúde, da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (SESA) e acelerado pelo Íris, foi desenvolvido em apenas três semanas. A plataforma conecta a população a uma equipe de profissionais de saúde 24h, utilizando tecnologias modernas, como a de chatbots.

Através da plataforma, a SESA oferece atendimento para pessoas com sintomas relacionados à COVID-19 e um suporte especializado em saúde mental, com psicólogos e psiquiatras.

A plataforma fornece ainda um painel analítico com os principais dados relacionados à saúde dos(as) cidadãos(ãs), possibilitando à SESA acompanhar e responder rapidamente às necessidades da população.

Os efeitos dessa pandemia já estão sendo estimados globalmente. Cerca de 49 milhões de pessoas no mundo serão levadas à extrema pobreza em 2020, é o que indicam recentes projeções do Banco Mundial. Essa estimativa também reflete uma extrema desigualdade, em que o 1% mais rico do mundo possui mais do que o dobro da riqueza de 6,9 ​​bilhões de pessoas.

Nesse cenário desafiador, a inovação e a transformação digital são ativos públicos fundamentais para reduzir tantas desigualdades, resolvendo problemas sociais já existentes, como, por exemplo, os que dizem respeito a saneamento básico, moradias dignas para os mais vulneráveis e sistemas de saúde e educação universais, inclusivos e de qualidade.

O Íris acredita que, apesar das dificuldades do presente, podemos oferecer ao mundo um mundo melhor.

Referências

BANCO MUNDIAL. The impact of COVID-19 (Coronavirus) on global poverty: Why Sub-Saharan Africa might be the region hardest hit. Dísponível em: https://blogs.worldbank.org/opendata/impact-covid-19-coronavirus-global-poverty-why-sub-saharan-africa-might-be-region-hardest.

CAVALCANTE, Pedro et al. Inovação no setor público: teoria, tendências e casos no Brasil. 2017. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/171002_inovacao_no_setor_publico.pdf.

EDDIE, Copeland. Brief introduction to digital transformation. A guide for public sector leaders who want to understand and get the best out of technology. Nesta, 2019.

MAZZUCATO, Mariana. O Estado empreendedor: desmascarando o mito do setor público vs. setor privado. Portfolio-Penguin, 2014.

OCDE. Fostering Innovation in the Public Sector, OECD Publishing, Paris. 2017. Disponível em: https://oecd-opsi.org/wp-content/uploads/2018/07/Fostering-Innovation-in-the-Public-Sector-254-pages.pdf.

OXFAM. Time to Care. Unpaid and underpaid care work and the global inequality crisis. 2020. Disponível em: https://oxfamilibrary.openrepository.com/bitstream/handle/10546/620928/bp-time-to-care-inequality-200120-en.pdf.